Ouça o Radiodocumentário

Encontro com futuros jornalistas

Na semana passada, o Prof. David Trigueiro (Jornalismo/UFMS) me convidou para palestrar sobre a história do rádio para a turma do 2º ano. Opa! Responsabilidade à vista! Topei o desafio e mergulhei novamente nas pesquisas sobre nosso padre cientista.

Flashback: não é todo dia que voltamos no tempo e no espaço. Voltei à época da pesquisa (cerca de 1 ano atrás) e quando vi, estava novamente no ambiente da faculdade que freqüentei assiduamente por 4 meteóricos anos da minha vida.

31/10/08. Aula de História da Imprensa. Mas antes de abrir a pesquisa para a turma, assisti a uma apresentação sobre a Revista Manchete, com direito à exibição de um exemplar da histórica edição da morte de Getúlio Vargas.

Após montar o equipamento, lá estávamos Landell, a turma e eu. Falar em público deixara de ser problema para mim ali, naquele mesmo local, anos atrás. Concentrei-me nos olhares atentos e nos gestos inquietos daquelas mentes brilhantes.

Mãos à obra! Marconi, Fessenden, Landell, Popov, Maxwell e Hertz, personagens de uma história de versões tão diferentes e tão complementares. Quem? O que? Quando? Onde? Como? Por quê?

- Pode ser coisa de brasileiro dizer que brasileiro inventa tudo... Quem inventou o rádio foi mesmo o padre Landell?

O documentário responde. É hora de apresentá-lo. Dona Alda, Hamilton, Luiz Netto e Ivan se fazem presentes.
- Pessoal, é um documentário radiofônico.
Imagens mentais. Será que vão dormir? Sexta-feira, última aula, alguns poucos se entregam ao cansaço. Ótimo! Muita gente aqui está interessada.

“Entardecer no Pontal”, de Vaccari e Borghetti, encerra a peça radiofônica. Aplausos, agradecimentos, ponderações e questionamentos. Tudo é compensador e flui naturalmente.

- Não entendi direito a história da caixinha com a qual ele conversava durante a missa...

- O padre Landell inventou tudo?!

- Como o padre Landell participou da 1ª transmissão de rádio, no Rio de Janeiro (1922)?

- Os rádios utilizados durante a Guerra empregavam a tecnologia desenvolvida pelo Padre Landell?

- ...

Que bacana! Valeu a experiência! Quem sabe se volto em breve?!

Padre Landell e Rafael Cogo agradecem a oportunidade. Futuros jornalistas aprendem na prática o que significa “ouvir o outro lado da história”.

2 comentários:

Prof. David Trigueiro disse...

Oi, Rafael.

Agradeço novamente a sua relevante participação na aula de História da Imprensa da turma do 2º ano de Jornalismo, na noite de 31/11.
O interesse coletivo pelo seu trabalho ficou evidente ao se constatar que praticamente toda a turma ficou e participou até o final, e isso na última aula de uma sexta-feira...
Por e-mail, já recebi pedidos de alunos querendo saber mais sobre o assunto e indiquei o seu blog.
Parabéns pela qualidade do seu trabalho. Um abraço.

Kasemiro disse...

Olá!! gostaria de obter uma cópia do audio para me auxiliar no projeto de meu podcast viajando pela história, pois em um dos Eps quero retratar a vida do Pe além de produzir uma pequna "radio novela" tks pela atenção. Sempre Alerta / 73
Prof. Ricardo - Pu2kze
kasemiro@gmail.com